Ilha Comprida

um desafio ao planejamento ambiental

Autores

  • Claudio Carrera Maretti Secretaria Meio Ambiente do Estado de São Paulo
  • Martinus Filet CETESB

Palavras-chave:

planejamento, meio ambiente, uso e ocupação, erosão, loteamentos, drenagem, dunas, vegetação, legislação

Resumo

Este texto apresenta, sumariamente, alguns resultados dos estudos realizados para o Plano Diretor Físico de Uso e Ocupação de Ilha Comprida, para o qual foi necessário compreender a dinâmica física e biológica da ilha e o seu processo de ocupação. Essa compreensão indicou diretrizes e definiu estratégias para sua implementação que visavam, fundamentalmente, a reorganização espacial das atividades humanas em função da qualidade ambiental insular e lagunar, incorporando, assim, algumas restrições de uso. Dessa forma, estão também presentes algumas considerações· sobre o planejamento ambiental das regiões costeiras, particularizando o caso de Ilha Comprida, cuja localização estratégica representa, em termos da ocupação projetada, um diagnóstico bastante desfavorável para o equilíbrio ecológico do Sistema Lagunar-Estuarino de Iguape-Cananéia e Paranaguá.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudio Carrera Maretti, Secretaria Meio Ambiente do Estado de São Paulo

Geólogo Secretaria Meio Ambiente do Estado de São Paulo

Martinus Filet, CETESB

Economista CETESB

Downloads

Publicado

1988-06-01

Como Citar

MARETTI, C. C.; FILET, M. . . . Ilha Comprida: um desafio ao planejamento ambiental. Revista Ambiente, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 66–73, 1988. Disponível em: https://revista.cetesb.sp.gov.br/revista/article/view/76. Acesso em: 28 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos