Estudo pedológico reduz impactos da mineração

Autores

  • Maurício Paulo Ferreira Fontes Universidade Federal de Viçosa

Palavras-chave:

mineração de superfície, recuperação, planejamento ambiental

Resumo

A mineração de superfície é, em geral, uma atividade que pode provocar uma degradação bastante intensa do meio ambiente. Ela tem um forte efeito perturbador na paisagem porque requer a remoção da vegetação, do solo e das rochas que estejam acima dos depósitos minerais. Assim, deve existir uma preocupação constante dos cientistas no sentido de fazer com que a mineração de superfície esteja sempre associada à recuperação da área minerada, Este trabalho apresenta tiro plano de atuação do pedólogo nos trabalhos de recuperação e revegetação das áreas degradadas pela mineração de superfície. O plano consiste em diferentes etapas que vão desde o planejamento e as análises de laboratório até os experimentos de campo. Esse programa de ação pode propiciar um tratamento inteiramente científico às ações de recuperação da área no sentido de se proteger o meio ambiente. Ele pode, ainda, estimular a adoção de técnicas que possibilitem condições favoráveis a um novo desenvolvimento de fauna e flora em locais de lavra mineral a céu aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maurício Paulo Ferreira Fontes, Universidade Federal de Viçosa

Ph . D. em Ciência do Solo e professor-adjunto da Universidade Federal de Viçosa

Downloads

Publicado

1991-01-01

Como Citar

FONTES, M. P. F. Estudo pedológico reduz impactos da mineração. Revista Ambiente, São Paulo, v. 5, n. 1, p. 58–62, 1991. Disponível em: https://revista.cetesb.sp.gov.br/revista/article/view/107. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos