Efeito da poluição sobre bioindicadores vegetais

Autores

  • Beatriz Ramos Mendonça Universidade Federal de Viçosa
  • Eldo Antonio Monteiro da Silva Universidade Federal de Viçosa

Palavras-chave:

dióxido de enxofre, poluição, bioindicadores, Teresopólis

Resumo

A influência da poluição atmosférica na região de uma indústria têxtil em Teresópolis, RJ, foi avaliada através da utilização de Lactuca saliva (alface), Daucus carota (cenoura) e Brassica rapa (nabo). Reduções no peso fresco e acúmulo de matéria seca foram observadas em plantas crescendo em diferentes distâncias e altitudes da fonte poluidora. Plantas cultivadas a 50 e a 90 metros da indústria mostraram até 90% de redução do peso seco e 88% do peso fresco. Necroses e cloroses foram observadas nas folhas de alface e nabo nas estações mais próximas da fonte emissora. Plantas hortícolas mostraram possuir qualidades para serem bioindicadoras da poluição atmosférica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz Ramos Mendonça, Universidade Federal de Viçosa

Estagiária do Departamento de Biologia Vegetal, Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais

Eldo Antonio Monteiro da Silva, Universidade Federal de Viçosa

Professor-Adjunto do Departamento de Biologia Vegetal, da Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais

Downloads

Publicado

1991-01-01

Como Citar

MENDONÇA, B. R.; SILVA, E. A. M. da . Efeito da poluição sobre bioindicadores vegetais. Revista Ambiente, São Paulo, v. 5, n. 1, p. 37–40, 1991. Disponível em: https://revista.cetesb.sp.gov.br/revista/article/view/103. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos