Toxicidade em águas do Estado de São Paulo

Autores

  • Pedro Antonio Zagatto CETESB
  • Elenita Gherardi Goldstein CETESB

Palavras-chave:

qualidade de água, toxicidade, Daphnia

Resumo

A avaliação da toxicidade aguda das águas, por meio de testes de toxicidade com organismos aquáticos, constitui-se numa primeira tentativa de avaliar e alertar para um problema de qualidade ambiental de águas que recebem despejos domésticos e industriais. Com essa finalidade foram realizados, durante o período de outubro de 1980 a janeiro de 1985, 213 testes de toxicidade com Daphnia similis, com amostras de água de diversos cursos d'água do Estado de São Paulo. Dentre estas, 22 apresentaram efeito t6xico agudo, indicando, portanto, condições ambientais inadequadas à manutenção da vida aquática. Nem sempre foi possível correlacionar o efeito tóxico observado com as variáveis físico-químicas e biológicas analisadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Antonio Zagatto, CETESB

Biólogo da Cetesb

Elenita Gherardi Goldstein, CETESB

Bióloga da Cetesb, Mestre pela Escola Paulista de Medicina

Downloads

Publicado

1991-01-01

Como Citar

ZAGATTO, P. A.; GOLDSTEIN, E. G. Toxicidade em águas do Estado de São Paulo. Revista Ambiente, São Paulo, v. 5, n. 1, p. 13–20, 1991. Disponível em: https://revista.cetesb.sp.gov.br/revista/article/view/99. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos