Ozônio

herói e vilão

Autores

  • Samuel Murgel Branco

Resumo

Poucos assuntos - com exceção, talvez, da AIDS e dos supercondutores - ocuparam tanto espaço nas revistas científicas quanto a questão do colapso do ozônio nas altas camadas atmosféricas em consequência das ações antrópicas. A conceituada revista Science, por exemplo, no período de novembro de 1986 a junho de 1988, referiu-se a essa questão pelo menos em dez de seus números semanais. o:ozônio ocupa uma posição, ao mesmo tempo, de vilão e de herói no nosso espaço ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1988-06-01

Como Citar

BRANCO, S. M. Ozônio: herói e vilão. Revista Ambiente, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 64–65, 1988. Disponível em: https://revista.cetesb.sp.gov.br/revista/article/view/77. Acesso em: 28 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos