Monitoramento biológico e epidemiologia ambiental

Autores

  • Luísa Luciana Varin CETESB

Palavras-chave:

indicadores biológicos de exposição, monitoramento biológico, epidemiologia ambiental

Resumo

O presente trabalho informa sobre os meios de pesquisa comumente utilizados na avaliação do nível de comprometimento da saúde da população exposta a poluentes ambientais. São analisadas as limitações, as vantagens e as principais diferenças entre os estudos de monitoramento biológico (toxicol6gico) e os estudos epidemiológicos clássicos. Por fim, é salientada a necessidade e importância de proteger a saúde do ambiente (portanto do homem) através de ações de prevenção, o que requer, consequentemente, uma atenta avaliação do risco ecológico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luísa Luciana Varin, CETESB

Farmacêutica-bioquímica da CETESB, Doutora em Farmacologia pela Universidade Estadual de Milão, Itália

Downloads

Publicado

1988-01-01

Como Citar

VARIN, L. L. Monitoramento biológico e epidemiologia ambiental. Revista Ambiente, São Paulo, v. 2, n. 1, p. 29–32, 1988. Disponível em: https://revista.cetesb.sp.gov.br/revista/article/view/53. Acesso em: 28 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos