Tratamento de esgotos por digestão anaeróbia

Autores

  • Sônia M.M. Vieira CETESB
  • Marcos E. Souza USP
  • Jussara L. Carvalho CETESB
  • Alcides D. Garcia Jr. CETESB
  • Carlos E. M. Pacheco CETESB
  • Carlos H. Catabi CETESB
  • Wanderley Borba CETESB

Palavras-chave:

esgoto, esgotos domésticos, digestor anaeróbio de fluxo ascendente, reator UASB, tratamento de esgotos domésticos, processos anaeróbios, saneamento, digestão anaeróbia, projeto, desempenho, custos

Resumo

A tecnologia de tratamento de esgotos domésticos por digestor anaeróbio de fluxo ascendente e manto de lodo apresenta uma solução para muitas situações no Brasil, tendo cm vista seu baixo custo, simplicidade, pequena área ocupada e possibilidade de modulação. A CETESB desenvolveu e instalou um digestor com 120 m3 de volume e neste trabalho são apresentados os resultados obtidos, assim como as etapas de desenvolvimento da tecnologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sônia M.M. Vieira, CETESB

Química da CETESB, Mestre cm Bioquímica pda Universidade de Paris VI.

Marcos E. Souza, USP

Engenheiro Químico Consultor, Mestre cm Engenharia pela USP

Jussara L. Carvalho, CETESB

Engenheira Química da CETESB, Mestres cm Engenharia pela USP

Alcides D. Garcia Jr., CETESB

Engenheiro Químico da CETESB, Mestres cm Engenharia pela USP

Carlos E. M. Pacheco, CETESB

Químico da CETESB

Carlos H. Catabi, CETESB

Analista de Laboratório da CETESB

Wanderley Borba , CETESB

Analista de Laboratório da CETESB

Downloads

Publicado

1987-12-01

Como Citar

VIEIRA, S. M.; SOUZA, M. E.; CARVALHO, J. L.; GARCIA JR., A. D.; PACHECO, C. E. M.; CATABI, C. H.; BORBA , W. Tratamento de esgotos por digestão anaeróbia . Revista Ambiente, São Paulo, v. 1, n. 3, p. 132–137, 1987. Disponível em: https://revista.cetesb.sp.gov.br/revista/article/view/35. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos