Monitoramento da qualidade dos rios em São Paulo e na França

Autores

  • Rubens M. de Abreu CETESB

Resumo

Com o advento do controle da poluição ambiental, no final dos anos 60, teve início a importante atividade de monitoramento da qualidade das águas, particularmente dos rios e lagos. Em São Paulo, a CETESB opera sua rede básica de amostragem, hoje com 100 pontos, desde 1975. Na França, o primeiro inventário quinquenal teve lugar em 1971, repetido em 76 e 81. O objetivo explícito dessas redes é o de verificar tendências da qualidade e avaliar resultados do controle. Este artigo expõe resultados, descreve metodologias e explicita cenários de qualidade de águas interiores em duas regiões bem definidas. Da sua comparação podem surgir idéias esclarecedoras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rubens M. de Abreu, CETESB

Engenheiro Civil e Mestre em Engenharia Ambiental, da CETESB

Downloads

Publicado

1987-06-01

Como Citar

ABREU, R. M. de. Monitoramento da qualidade dos rios em São Paulo e na França. Revista Ambiente, São Paulo, v. 1, n. 2, p. 109–112, 1987. Disponível em: https://revista.cetesb.sp.gov.br/revista/article/view/30. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos