Avaliação do nível trófico das águas do mar pequeno

resultados iniciais

Autores

  • Pedro Antonio Zagatto
  • Rosalina Pereira de Almeida Araújo CETESB
  • Elenita Gherardi Goldstein
  • Eduardo Bertoletti

Resumo

Desde o início do século passado, o Valo Grande, canal com 3 km de extensão, conduzia as águas do rio Ribeira de Iguape para o Mar Pequeno (um braço de mar). Em 1978 esse canal foi fechado, por vários motivos, entre eles o de tentar restabelecer as condições naturais do Mar Pequeno. Isso provocou na região uma série de problemas, destacando-se o das enchentes. A fim de fornecer subsídios a estudos mais amplos sobre as possíveis consequências ecológicas quando da reabertura desse canal e da forma como seria executada, foram realizados alguns testes de produtividade algácea, com Skeletonema costatum, segundo os métodos da BPA - Envirorunental Protection Agency (1971, 1974) modificados. Essa espécie foi ino-culada na água do Mar Pequeno contendo diferentes proporções de água do rio Ribeira de Iguape. Verificou-se que a água do rio apresentou características estimuladoras do crescimento algáceo. O máximo potencial foi alcançado numa primeira campanha na proporção de 10% da água do rio em relação à água do mar, na segunda na proporção de 30% e na terceira, de 20%, 40% e 50%. Essa proporção foi mais elevada à medida que a salinidade da água aumentava. O rendimento final máximo obtido no primeiro experimento foi de 1,84 x 105 células/mi, no segundo 1,65 x 105 células/mi, e 2,45 x 105 células/mi no terceiro experimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Antonio Zagatto

Biólogo

Rosalina Pereira de Almeida Araújo, CETESB

Farmacêutica-Bioquimica da CETESB

Elenita Gherardi Goldstein

Bióloga

Eduardo Bertoletti

Biólogo

Downloads

Publicado

1987-06-01

Como Citar

ZAGATTO, P. A.; ARAÚJO, R. P. de A.; GOLDSTEIN, E. G.; BERTOLETTI, E. . Avaliação do nível trófico das águas do mar pequeno: resultados iniciais. Revista Ambiente, São Paulo, v. 1, n. 2, p. 95–98, 1987. Disponível em: https://revista.cetesb.sp.gov.br/revista/article/view/27. Acesso em: 28 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos