Critérios de qualidade de água para consumo humano e as diferentes normas brasileiras com foco nas substâncias químicas

Autores

  • Ana Laura Fragoso Favoreti Universidade Estadual de Campinas, Limeira, SP.
  • Guilherme Ramalho Mendes Universidade Estadual de Campinas, Limeira, SP.
  • Izabela Oliveira Santos Universidade Estadual de Campinas, Limeira, SP.
  • Chiara Fernanda Beca Universidade Estadual de Campinas, Limeira, SP.
  • Bárbara Virgili da Costa Universidade Estadual de Campinas, Limeira, SP.
  • Gisela de Aragão Umbuzeiro Universidade Estadual de Campinas, Limeira, SP.

Palavras-chave:

Ingestão Diária Aceitável (IDA), Padrões de Potabilidade, Riscos à saúde humana

Resumo

A qualidade da água para consumo humano é de extrema importância para a saúde. Devido a isso, existem valores máximos recomendados para as substâncias químicas, que podem estar presentes na água. Esses critérios visam garantir que a água ingerida não cause efeitos adversos à saúde. Com isso em foco, existem critérios de potabilidade que são valores previamente definidos pela toxicologia regulatória, derivados de dados experimentais. Estes limites devem ser atendidos para garantir a potabilidade da água. No Brasil existem quatro regulamentações que contemplam padrões de potabilidade (Portaria GM/MS nº 888/2021; CONAMA nº 420/2009; CONAMA nº 396/2008 e CONAMA nº 357/2005). Este artigo tem como objetivo informar e discutir os critérios de potabilidade das atuais legislações que, por diversas vezes, possuem valores divergentes para uma mesma substância, além de fazer uma comparação com critérios adotados por outros países e os recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Uma análise das possíveis causas dessas divergências é discutida no artigo. É possível concluir que existe a necessidade urgente de padronizar a derivação dos critérios no país e harmonizar os valores apresentados entre as legislações que apresentam critérios de água de consumo humano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-04-28

Como Citar

FAVORETI, A. L. F.; MENDES, G. R.; SANTOS, I. O.; BECA, C. F.; COSTA, B. V. da; UMBUZEIRO, G. de A. Critérios de qualidade de água para consumo humano e as diferentes normas brasileiras com foco nas substâncias químicas. Revista Ambiente, São Paulo, v. 1, 2022. Disponível em: https://revista.cetesb.sp.gov.br/revista/article/view/179. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos